Arquivos da categoria: despachante

Como funciona e quem tem direito a isenção de impostos para compra de veículos

Já imaginou, comprar um veículo novinho com um desconto de quase a 50%? Parece um sonho né? Mas este desconto simbolizaria a retirada dos impostos que incidem sobre os veículos automotores. Vivemos atualmente uma extrema taxação de impostos sobre as mais diversas mercadorias em nosso país e todo mundo sabe muito bem disso.  Você que quer comprar um veículo novo, sabia que em algumas situações é possível requerer ao governo isenção destes impostos? Primeiro vamos entender toda essa carga. Quanto pago de imposto? Segundo a Anfávea o país tributa na produção de veículos entre 37,2% e 43,7% de impostos sobre o valor final do consumidor, ou seja, um GM/Onix novinho, que hoje sai por R$ 42.900,00, sem os impostos incidentes poderia ser adquirido por R$ 24.152,70. Isso mostra qual o tamanho da carga tributária da qual suportamos todos os dias, nos mais diversos produtos e serviços adquiridos pelos contribuintes. Estima-se…

Leia mais

A importância dos documentos ao comprar ou vender um veículo

A burocracia no Brasil assusta muita gente, e para comprar ou vender um carro não é diferente. Há quem evite a papelada recorrendo ao despachante, pagando um dinheiro extra e evitando complicações. Mas se você é do tipo que gosta de fazer tudo sozinho, aqui vão informações sobre os documentos necessários para se negociar carros, tanto novos quanto usados. Carro zero Se você for a uma concessionária para comprar um carro 0km, é muito provável que a loja resolva todos os trâmites relativos à documentação. Se esse não for o caso, você mesmo pode dar a entrada na papelada do seu veículo novo. Os documentos a serem emitidos são o Certificado de Registro do Veículo (CRV), que funciona como uma certidão de compra e venda do automóvel (e deve ser guardado em local seguro), e o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV), o popular “papel do carro”, que…

Leia mais

Os prejuízos de ter um carro clonado

Em um dia normal como qualquer outro você vai conferir suas correspondências e lá está uma notificação de autuação, seja por excesso de velocidade, avanço de sinal vermelho, estacionamento em local irregular, etc. Em grande parte, ao conferir o auto de infração, você percebe que nunca esteve naquela cidade ou estado em que seu veículo foi autuado. Então surgem sentimentos de raiva, indignação e dano existencial, porque a resolução do problema vai demandar muito tempo, além de enfrentar a burocracia dos órgãos públicos, filas longas, etc. Mas para sua surpresa, antes mesmo que você apresente seu recurso de trânsito na primeira autuação, começam a chegar inúmeras outras, a ponto de acumularem mais de 20 pontos na carteira de habilitação, que pode acarretar a sua suspensão de dirigir e até mesmo a perda de sua habilitação, além de que os valores das multas somam valores significativos. O presente tema tem grande…

Leia mais

3/3
WhatsApp chat